• Ricardo Veras

Assistência Social chama atenção para atualização do CadÚnico

Assistência Social chama atenção para atualização do CadÚnico


A Secretaria da Cidadania, Assistência Social e Defesa Civil comunica que todas as famílias inscritas no Cadastro Único (CadÚnico) devem atualizar os seus dados, obrigatoriamente, a cada dois anos ou sempre que houver alguma alteração nas informações da família. A partir de maio, essas atualizações do CadÚnico devem ser realizadas presencialmente junto à sede da Secretaria, na Rua Getúlio Vargas, 484, bairro Piratini, ou no Centro de Referência da Assistência Social da Várzea Grande, na Rua 1º de Maio, 1603, no bairro Várzea Grande.

O Cadastro Único é o principal registro para identificar as famílias de baixa renda no país. A ferramenta permite que o Governo tenha acesso a informações como identificação de cada pessoa, escolaridade, situação de trabalho, renda e residência. Através desses dados, é possível selecionar e incluir as famílias nos programas sociais do governo, como Auxílio Brasil, Auxílio Gás, Benefício de Prestação Continuada, Tarifa Social de Energia Elétrica, ID Jovem e Carteira Interestadual do Idoso.

Para se inscrever no CadÚnico, é necessário que uma pessoa da família se responsabilize por prestar as informações de todos os membros da família. Essa pessoa é chamada de Responsável Familiar (RF) e deve garantir que as informações comunicadas durante a entrevista são verdadeiras e se comprometer em manter o cadastro atualizado.

Documentos necessários para realização, atualização ou transferência do CadÚnico:

- Documento de Identificação: RG, CNH, CTPS, certidão de nascimento (de todos os moradores da residência)

- CPF (de todos os moradores da residência)

- Conta de luz atualizada (mesmo se não estiver no nome de nenhum dos moradores)

Quem pode se inscrever no Cadastro Único?

- Famílias com renda mensal de até meio salário-mínimo por pessoa (R$ 606,00); ou

- Famílias com renda mensal familiar total de até três salários-mínimos (R$ 3.636,00);

- Famílias que possuem renda maior que três salários-mínimos, desde que o cadastramento esteja vinculado à inclusão em programas sociais nas três esferas do governo.

Mais informações podem ser consultadas através do telefone (54) 3286-4349 ou (54) 9 8419-2086.

Crédito: Ascom/PMG