• Ricardo Veras

Brigada Militar realiza Curso de Formação de Instrutores do PROERD em Igrejinha

Brigada Militar realiza Curso de Formação de Instrutores do PROERD em Igrejinha

Policiais Militares de todo Estado realizarão habilitação para ministrar as aulas



Começou nesta segunda-feira (04/10), em Igrejinha, a 1ª Edição/2021 do Curso de Formação de Instrutores do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência – PROERD, realizado pela Brigada Militar.



O evento, que acontece até o próximo dia 15, recebe 35 Policiais Militares de todo Estado, e uma Policial Militar do Estado de São Paulo, que ao final estarão aptos para ministrar as aulas nas escolas e orientar estudantes sobre os riscos das drogas e de práticas violentas.



Ao todo serão 110 horas-aula de conteúdos como legislação, método pedagógico e efeitos psicossociais das drogas, entre outros conhecimentos. Ainda está previsto um contato alunos em algumas turmas de escolas do município de Igrejinha.


Os Policiais Militares ao fim do curso estarão habilitados para aplicar nas redes escolares públicas e particulares os currículos do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (PROERD), abrangendo a educação infantil, os anos iniciais o 5º e 7º anos do Ensino Fundamental.


Entre os participantes do curso em Igrejinha está a Soldado Gilvanir Cristina Beckers, lotada no Pelotão de Nova Petrópolis. Com 20 anos de Brigada Militar, sendo destes 14 no município, ela destaca que foi voluntária para participar do curso e para se tornar uma instrutora do programa: “Estou muito contente e motivada em estar aqui participando do curso de formação, espero aprender da melhor forma possível a didática a ser utilizada para quando eu for aplicar o Programa Proerd nas escolas. O que me motiva a fazer parte dos instrutores do Proerd do 1º Batalhão Turístico é poder dar a minha contribuição para as crianças e para a comunidade escolar, ensinando os alunos a dizer não ao uso de drogas e a viver sem violência, para que no futuro sejam pessoas com responsabilidade e de bem.”


Outro participante é o Soldado Tiago Dias, da Brigada Militar de Três Coroas, com cinco anos de Corporação, que falou das suas expectativas sobre o começo do curso do Proerd: “Que a percepção que eu tenho do programa seja complementada e que eu possa usufruir de todo o conhecimento e aprendizado para estar preparado para passar as instruções para os alunos em sala de aula. Há tempo eu vinha acompanhando o trabalho de outros colegas que desenvolvem o programa aqui na região, e acredito que eu também posso contribuir com esse importante trabalho que é realizado pela instituição. ”


Major Gyovanni Bortolini Machado, coordenador do Curso de Formação de Instrutores do Proerd, destaca a importância do evento tanto para a Instituição como para as comunidades do Estado: “Esses Policiais Militares estão aqui para serem habilitados como instrutores do Proerd, para trabalharem nas salas de aulas com os alunos, nesse programa que tem como foco a prevenção de drogas e à violência. Então tudo que a Brigada Militar já faz, na sua atividade fim, na forma de policiamento ostensivo, o Proerd vai conseguir desenvolver a parte preventiva, para plantar a semente na criança para que ela tenha essas orientações sobre como se afastar, como dizer não às drogas e à violência, e também fazer com que seus pais reflitam em casa sobre essa matéria. A importância também para a Instituição do programa é que nós vamos conseguir habilitar Policiais Militares de praticamente todas as regiões do Estado, todos os comandos regionais, tanto frações que trabalham nos grandes centros, mas também cidades pequenas, o que faz com que esses Policiais tenham uma referência ainda maior, pois eles vão ser os líderes como profissional da prevenção às drogas nessas pequenas comunidades.”