• Ricardo Veras

CANELA - Casa Vitória é local de proteção para mulheres vítimas de violência

Casa Vitória é local de proteção para mulheres vítimas de violência


Local será inaugurado na sexta-feira (27), com transmissão pelas redes sociais da Prefeitura de Canela. A Prefeitura de Canela e a 2ª Vara Judicial da Comarca de Canela inauguram na sexta-feira (27), às 16h, a Casa Vitória, abrigo para mulheres vítimas de violência. Devido a pandemia a solenidade será restrita e terá transmissão pelas redes sociais da prefeitura (facebook/prefeituradecanela e intagram @prefcanela), mas ao longo da próxima semana, o local receberá visitação de vereadores, apoiadores e imprensa. O prefeito Constantino Orsolin destaca que a implantação da casa, adquirida pela administração, foi possível devido a participação, colaboração e empenho de muitas entidades e pessoas. “Não posso deixar de registrar que o imóvel foi adquirido diante das sucessivas demandas manifestadas pelo Ministério Público Estadual. Para tratamento do tema era necessário ampliação da rede de apoio, e os aconselhamentos e orientações do Dr. Paulo Eduardo e equipe do MP foram fundamentais para o avanço do projeto”, conta o chefe do executivo. Orsolin também destaca a efetiva participação e apoio da juíza Simone Chalela: “numa reunião ela me apresentou os dados das agressões sofridas pelas mulheres, que aumentaram consideravelmente devido a pandemia, manifestando a colaboração e interesse na implantação da casa abrigo, que recebe o nome de Casa Vitória”, completou. “A criação do local significa dar proteção, abrigo e apoio às mulheres: proteção contra a violência, abrigo contra a agressão e apoio para começar uma nova vida. As portas dessa casa vão ficar abertas 24 horas por dia, sete dias por semana. Sabemos que a violência não tem hora para acontecer, mas geralmente acontece nas chamadas “horas mais escuras”. Por isso, essa casa será iluminada para dar proteção, abrigo e apoio para as mulheres que necessitarem. Nesse ambiente, as mulheres terão condições e instrumentos, mas, sobretudo, incentivo para transformar suas vidas e começar de novo” finalizou Constantino que agradece a participação de todos na concretização deste importante projeto. A juíza Simone relata que o local servirá para atender todas as vítimas de violência doméstica que registrarem ocorrência, independente da necessidade ou não de acolhimento. Depois da expedição da medida protetiva será agendado atendimento psicológico na instituição seguido de acompanhamento jurídico inicial, serviço que a OAB Canela/Gramado prestará por meio de advogados voluntários. “Nos casos em que houver a necessidade de acolhimento para a vítima e seus filhos, eles receberão vestuário, alimentação, kit higiene e hospedagem, até que possam retornar ao lar em segurança”, explica a Juíza Simone. A etapa seguinte será de ajuda para romper o ciclo de dependência psicológica e financeira, inclusive por meio de oficinas laborais ou mesmo encaminhamento aos programas municipais de assistência. “O trabalho da equipe multidisciplinar incentivará a independência, a autonomia e o protagonismo feminino”, destaca Dra. Simone. Todo o trabalho de reforma do espaço, que era uma igreja, foi liderado pelo secretário de Obras, Luiz Cláudio da Silva, que com sua equipe atuou com dedicação e empenho para deixar tudo em perfeitas condições. “A concretização do projeto Casa Vitória foi possível devido ao engajamento dos diversos atores e poderes, mas principalmente pelo apoio da comunidade e empresas, que atendeu ao chamado com doações de mobiliário e diversos outros itens” destaca o Secretário.

Rita Souza

Jornalista | Assessora de Imprensa - Prefeitura de Canela