• Ricardo Veras

Definidas as prioridades da Consulta Popular 2021

Definidas as prioridades da Consulta Popular 2021



A Prefeitura de Gramado, por meio da Secretaria de Inovação, Desenvolvimento Econômico e Relações Institucionais, com a coordenação do Corede Hortênsias e a Secretaria Estadual de Planejamento, Governança e Gestão, realizou na tarde de ontem (11), a Assembleia Regional Ampliada, onde além dos coordenadores, estiveram presentes diversos delegados representando seus municípios, incluindo os representantes de Gramado, através do Comude Gramado.

Na ocasião, ocorreu a votação das propostas, as quais irão compor as cédulas de votação regional do processo da Consulta Popular 2021. Sendo assim, as cédulas de votação da região das Hortênsias da Consulta Popular 2021, conterão três propostas para serem votadas pela comunidade, sendo elas, proposta do plano de sinalização turística na Região das Hortênsias, proposta de valorização da cultura local e regional para o fortalecimento de outros setores do desenvolvimento, especialmente do Turismo e proposta "A Trilha de Longo Curso Caminho das Araucárias, projeto de incentivo à conservação e a geração de emprego e renda por meio do turismo regional, a qual, foi a proposta com maior numero de votos pelo aplicativo Colab, o qual consistiu em uma etapa digital, que promoveu a participação da população no envio das propostas.

Na votação da Consulta Popular 2021, a comunidade elegerá dentre estes três projetos, apenas um, para que seja aplicado o valor de R$1.028.571,43, o qual será dividido entre os municípios que compõem a região das Hortênsias.

A etapa de votação da Consulta Popular de 2021, ocorre de 22 a 30 de novembro e se dará de forma online através do link: https://www.colab.re/ e também através do aplicativo "Colab". A etapa de votação será 100% de forma virtual, em razão da pandemia. Estão habilitados a votar, os eleitores com domicílio eleitoral no Rio Grande do Sul, podendo escolher apenas um dos programas ou ações constantes na cédula. Para a votação é necessário o número do título de eleitor.

Crédito: Ascom/Prefeitura de Gramado