top of page
  • Foto do escritorRicardo Veras

Executivo e entidades discutem Taxa de Conservação Ambiental

Executivo e entidades discutem Taxa de Conservação Ambiental



Nesta quarta-feira (05), representantes do Executivo Municipal se reuniram no Auditório da Prefeitura de Gramado com membros das entidades locais para falar sobre o projeto da Taxa de Conservação Ambiental. O objetivo do encontro foi explicar as mudanças que haverão entre a atual TTS – Taxa de Turismo Sustentável, que deve ser revogada, e a TCA- Taxa de Conservação Ambiental, que o município está propondo implantar.


Os segmentos diretamente envolvidos, como os proprietários de hotéis, aluguéis por temporada, parques e museus, estão sendo ouvidos, bem como outros representantes da sociedade civil organizada. A contribuição deverá ser cobrada por pessoa e por dia, mantendo o mesmo valor atual de $ 2,99 para 2023. O recurso será destinado para as áreas ambiental, sendo compromisso da Administração Municipal buscar alternativas legais para atender também áreas muito importantes, como o turismo, segurança pública e saúde.


“Temos demandas crescentes na área ambiental. Por outro lado, a questão da segurança pública e da saúde estão intrinsecamente ligadas ao turismo, o que não podemos descuidar. E ainda, o fomento para continuidade da qualidade dos nossos eventos públicos, com o fortalecimento da Gramadotur. Questões relevantes que precisamos enfrentar”, declarou o prefeito Nestor Tissot, que participou do encontro.


O projeto da Taxa de Conservação Ambiental deverá ser enviado ao Legislativo ainda neste ano.


Crédito: Ascom/PMG

Comments


Em destaque

Verifique em breve
Assim que novos posts forem publicados, você poderá vê-los aqui.
bottom of page