• Ricardo Veras

Feira do Livro inova, leva apresentações para as escolas e contempla alunos com vale livros

Feira do Livro inova, leva apresentações para as escolas e contempla alunos com vale livros



Dentre as várias novidades da 24ª Feira do Livro de Gramado, duas, em especial, têm chamado a atenção: as apresentações artísticas e culturais nas 28 escolas do município como parte fundamental da programação do evento, e o projeto “Adote um leitor”, que contemplou mais de 200 alunos da rede municipal de ensino com vale livros.

Além de mudar seu local de realização, fazendo da Praça Major Nicoletti o cenário principal para comercialização literária da Feira do Livro, desenvolver atividades constantes na Biblioteca Municipal Cyro Martins e no Museu Hugo Daros, valorizando o patrimônio histórico da cidade, a Prefeitura de Gramado, por meio da Secretaria da Cultura, ainda implementou duas ações que tem se mostrado extremamente positivas durante a programação do evento.


“Essa Feira do Livro está cheia de inovações, afinal de contas, o momento é de usar a criatividade para contornar limitações. O resultado tem superado nossas expectativas todos os dias e estou certo que essa será uma edição inesquecível desse evento tão querido pela nossa comunidade”, comenta o secretário da Cultura Ricardo Bertolucci Reginato.


Arte nas escolas


Depois de fazer um levantamento inicial sobre algumas das demandas culturais das escolas da cidade, a Secretaria da Cultura optou por desenvolver todas as atividades artísticas e culturais da Feira do Livro nos educandários gramadenses. Ao todo, são 28 escolas contempladas com 43 atividades artísticas, que variam de apresentações musicais, teatrais, intervenções, contações de histórias e oficinas.


O resultado tem sido um grande sucesso. Professores, alunos e artistas tem destacado a importância da ação. O relato do músico gramadense, Birão Moura, é um exemplo disso: “é muito massa trabalhar com essa gurizada. Toquei Raul Seixas lá achando que não haveria interação, que nada, a gurizada tem uma cabeça ótima. Foi uma curtição só. Não tem cachê que pague esse tipo de trabalho”.


Outro depoimento é o do artista Cirilo, que destacou que “o projeto está muito bacana. As crianças são um barato. Têm bom gosto musical e interesse. Espero que essa ação renda bons frutos, estimulando esses alunos e se interessarem por algum instrumento e a serem bons apreciadores de arte”


Adote um leitor


Outro projeto que tem chamado a atenção é o “Adote um leitor”, desenvolvido pela Secretaria da Cultura e patrocinado pela Criamigos – Oficina de Ursos. A empresa gramadense adquiriu, 200 vale livros de R$ 25,00 para distribuir para a comunidade escolar da cidade.


A ação, que contou com, a parceria da Secretaria da Educação, já rendeu seus primeiros resultados e alguns dos alunos que receberam o vale estiveram na Feira do Livro, local exclusivo para consumo do projeto, e já saíram de lá com seus novos livros em mãos.

“Quando pensamos nesse projeto, levamos em conta a realidade de famílias que nem sempre tem condições de investir recursos em literatura. Por isso, resolvemos buscar um caminho para facilitar esse acesso e fazer com que a leitura possa se tornar, cada vez mais, um ato democrático e transformar um número ainda maior de pessoas”, comenta a Coordenadora da Feira do Livro e mentora do projeto, Margarete Anschau.

Crédito: Ascom/Prefeitura de Gramado