• Ricardo Veras

GRAMADO - Com a flexibilização, Prefeitura articula retorno dos músicos aos bares e restaurantes

Com a flexibilização, Prefeitura articula retorno dos músicos aos bares e restaurantes



Prejudicados com o avanço da pandemia do novo coronavírus (Covid-19) e impedidos de trabalhar, os músicos gramadenses podem começar a sonhar com o retorno aos palcos de bares e restaurantes da cidade, isso porque o prefeito Nestor Tissot e o vice-prefeito Luia Barbacovi já trabalham na edição de um novo decreto que permitirá a retomada do setor cultural. A informação foi confirmada em reunião com o secretário da Cultura, Ricardo Bertolucci Reginato, nesta segunda-feira (10).

O novo modelo apresentado pelo governador Eduardo Leite (PSDB) de enfrentamento à pandemia vai estabelecer um novo sistema de gestão compartilhada com os prefeitos para definição dos protocolos sanitários. “Caso se confirme a decisão do governador vamos trabalhar pontualmente caso a caso e olhar com muito carinho todos os setores da nossa economia tão judiados pela pandemia. A classe cultural terá toda a nossa atenção, são homens e mulheres que estão há 14 meses sobrevivendo com muito pouco ou quase nada”, disse o vice-prefeito.

O secretário da Cultura aguarda ansioso a flexibilização e o retorno da classe cultural. “O setor cultural foi um dos primeiros a parar com a pandemia e é sempre um dos últimos a voltar. Existem protocolos específicos para que a música em bares e restaurantes aconteça, por exemplo. Desde que esses protocolos sejam seguidos, não há motivos para vedar esse tipo de apresentação. Essa é uma demanda latente da classe cultural e a Administração está sensível para com ela”, explicou.

Crédito: Divulgação