• Ricardo Veras

GRAMADO - Legislativo e entidades: em reunião, lideranças defendem reabertura do comércio

Legislativo e entidades: em reunião, lideranças defendem reabertura do comércio

De forma virtual, a Câmara de Vereadores coordenou uma reunião junto a entidades relacionadas ao turismo na manhã desta terça-feira, dia 23. A intenção do encontro foi apresentar as diretrizes da Frente Parlamentar instituída pelo Poder Legislativo e debater as demandas de reabertura do comércio em toda a região. De acordo com o presidente da Câmara de Gramado, vereador Professor Daniel (PT), há um consenso entre os parlamentares: é necessário o funcionamento da rede gastronômica, comercial e hoteleira aos fins de semana e feriados; a abertura parcial de parques de 30% a 50%; e também a atividade de restaurantes e bares até às 22 horas. “Nós integramos uma área turística, e por isso não estamos pedindo privilégios. Mas o Estado deve dirigir um olhar diferenciado para nossos municípios, afinal somos uma cadeia turística”, assinala o presidente do Legislativo. As demandas elencadas junto às entidades serão parte de um documento elaborado pela Câmara de Gramado – e que será apresentado à Casa Civil na tarde desta terça-feira, dia 23, em reunião virtual agendada para às 14 horas. Deste modo, pretende-se unir esforços a fim de exigir do Estado alterações nos protocolos de funcionamento da região. Demandas Os representantes de entidades que integraram esta reunião confirmam que a rede de turismo consiste em uma engrenagem: um segmento depende do outro para sobreviver (como os restaurantes, os parques e os hotéis, por exemplo). “Uma temática que precisamos pensar, também, é a de eventos. Há protocolos rígidos e confiáveis para a realização destas atividades”, comenta o gerente executivo do Convention & Visitors Bureau da Região das Hortênsias, Luciano Gonçalves. A experiência turística também é defendida por estas entidades da região, conforme o presidente da Abrasel, Felipe Andreis. “Não é solução abrirmos hotéis e fazermos eventos, e fecharmos os restaurantes. Porque todas estas coisas são básicas para que se gere uma experiência turística ao nosso visitante”, assegura. Além dos vereadores, participaram do encontro as lideranças: Guido Thiele (Sindilojas), Josué Spengler (Agência Visão), Marcelo Broilo (CDL), Alessandro Cicarolli (Agência Visão), Cláudio Souza (Sindtur), Augusto Luz (Achoco), Jorge Mezzomo (Comtur), Felipe Andreis (Abrasel), Rudimar Freitag (CDL), Lisa Gottschalk (Sindtur), e Luciano Gonçalves (Convention & Visitors Bureau).